• alicebucard

Queratose Pilar: escolha o tratamento dermatológico adequado

A queratose (ou ceratose) pilar é um problema hereditário que acomete cerca de 40% da populacão.



Pode ser confundida com espinhas, foliculite ou mesmo com o aspecto da pele arrepiada de frio. Já percebeu em você ou em alguém que conhece? As saliências minúsculas, da cor da pele ou ligeiramente vermelhas dão à pele uma textura de lixa. O aparecimento é mais comum na parte superior dos braços e nas coxas.


Em crianças também é comum observarmos nas bochechas, o que pode fazer com que muita gente confunda com acne. Cada pequena protuberância é como um tampão de células mortas na superfície da pele.


A queratose pilar pode coçar, especialmente quando o clima está muito seco e durante o inverno. Quando a humidade do ar aumenta, a pele se torna menos irritada e as protuberâncias se tornam menos vermelhas e visíveis.



Queratose pilar-AliceBuçard

Embora não seja uma doença com consequências particularmente graves para o paciente, o desconforto e a auto-estima fazem com que os pacientes desejem um tratamento que reduza a coceira e minimize o aspecto de “pele de frango” que a doença causa.


Hidratantes podem melhorar o ressecamento e a irritação da pele , além de ajudar a melhorar o aspecto visível da mesma. Ativos como ureia e ácido lático são aliados na missão de hidratar adequadamente essas regiões, mas, infelizmente, apenas a hidratação adequada não tem poder para eliminar as bolinhas na pele.


Um peeling químico pode ajudar a eliminar o excesso de pele morta acumulada, livrando o paciente de boa parte das protuberâncias. O uso de retinol também pode ajudar, mas a dosagem e forma de aplicação precisa ser orientada pelo seu dermatologista.


Os tratamentos clínicos, embora com resultados bastante satisfatórios, precisam ser repetidos com regularidade, uma vez que não há uma cura para essa condição, que tende a voltar quando a pele morta torna a se acumular nos folículos, causando as erupções. Em casos de queratose pilar em crianças, é possível que a doença desapareça na fase adulta em alguns casos.


Se você sofre com essa condição, ou conhece alguém que tem queratose pilar, compartilhe esse artigo e procure/indique o tratamento com um dermatologista.


Posts recentes

Ver tudo